Casal americano entra na Justiça para obrigar filho de 30 anos a sair de casa

De acordo com os documentos do processo, Michael Rotondo (filho do casal) não ajudava os pais financeiramente nem com as tarefas domésticas e ignorou cinto cartas de desejo

Os pais de um homem com mais de 30 anos tomara medidas drásticas para que o seu filho fosse finalmente morar sozinho: eles o processaram

De acordo com os dados do processo Michael Rotondo não ajudava com os custos da casa e nem com as tarefas domésticas, ignorou as ofertas de ajuda financeira de seus pais para que fosse viver em outro local

Christina e Mark dizem que seu filho voltou a morar com eles há oitos anos após ficar desempregado e que hoje em dia administra um site e se recusava a sair de casa desde o início de feveiro de 2018

Pais recorreram à Suprema Corte para conseguir retirar seu filho, Michael Rotondo, de casa — Foto: Douglass Dowty /The Syracuse Newspapers via AP

Michael disse que não havia recebido aviso prévio suficiente, alegando que um periodo de seis meses seria o tempo ideal para ele finalmente sair de casa

O casal então cansado de desse problema entrou com uma ação na Suprema Corte do condado de Onondaga, no Estado de Nova York. O advogado dos pais disse ao site Syracuse que seus clientes não encontram uma forma diferente de “obrigar” o filho a se mudar sem ser processando ele

“MEU FILHO, VOCÊ PRECISA TRABALHAR”

“Após discutir o assunto com a sua mãe, decidimos que você deve deixar essa casa imediatamente” disse o casal na primeira carta de despejo, enviado ao filho em 2 de fevereiro

Quando Michael ignorou a mensagem, seus pais redigiram uma ordem de despejo com a ajuda de um advogado, a carta dizia. ” você está sendo despejado por meio desta carta e medidas legais serão tomadas imediatamente se você não se mudar até o dia 15 de março”

O Casal ainda tentou ajudar o filho oferecendo US$ 1,1 mil para que ele saísse e o texto na carta também incluía alguns comentários pessoais sobre o filho.

“Há empregos disponíveis para aqueles com um histórico profissional ruim como o seu. Consiga um – você precisa trabalhar”, disseram os pais.

Mas e qual foi o desfecho da historia?

Em abril daquele ano os pais desistiram de tentar sozinhos e recorreram a justiça e o Juiz ordenou que o filho saísse de casa. Michael disse que a decisão era “revoltante” e vai entrar com um recurso para continuar na casa dos pais, o fato ocorreu em 2018

fonte: Globo

Previous Article