Casal Brasileiro larga tudo para viajar o mundo com o seu cachorro

O casal Vinicius e Thália junto com seu cachorro Chopp, decidiram largar tudo durante a pandemia para viajar o mundo. “Não tínhamos mais como voltar atrás” diz Vinicíus ao falar do projeto de viajar pelo mundo ao lado da companheira Thália Pinheiro e do cachorro Chopp. A decisão aconteceu no momento em que o país se deparava com a pandemia da covid-19 no primeiro semestre de 2020. Em meio a todo esse caos na saúde publica, os dois já tinham vendido tudo e estavam prontos para começar essa aventura de viajar e conhecer o mundo, naquele tempo não tinha como adiar por mais tempo o sonho do casal

Cachorro - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Vinicius e Thália estão juntos há mais de 10 anos. Os dois se conheceram no Maranhão, quando o ex-executivo foi trabalhar no estado na área jurídica de uma empresa de refinaria de alumínio. Ela, formada em turismo trabalhava na mesma empresa como tradutora. Desde o início do namoro,, os dois já adotavam um estilo de vida mais “solto” ambos já gostavam muito de viajar sem ter um destino certo. A gente pegava o carro e viajava sem destino, comentou o casal.

Em 2017 o casal de mudou para a cidade de São Paulo após Thalia receber uma proposta de trabalho. A ideia de viajar pelo mundo já estava presente mas sem data para o início. Ao se mudar para a capital paulista, Vinicius começou dando consultoria a empresas na área jurídica

“A primeira coisa que fizemos ao se mudar foi adotar o Chopp. Em 2019, eu tive um processo de ansiedade muito grande, Thalita estava achando que a vida dela era um círculo (trabalho, casa, trabalho). Faltava um pouco de vida”. Explica Vinicius. Apesar dos problemas, o animal de estimação foi quem lhe motivou a seguir em frente com a mudança do estilo de vida”

“Ele é o protagonista desta viagem. A gente fez o projeto pensando no Chopp. Nós tínhamos problemas de saúde e eles são felizes com tão pouco” comenta.

Cão - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal

O casal viaja em uma caminhonete que conta com toda a estrutura necessária para atender as necessidades da família. Agora que já deram inicio ao projeto, os dois pensam em realizar as viagens internacionais a partir do mês de abril, mas vai depender das condições sanitárias do Brasil e dos países vizinhos. Apesar dos desafios para dar continuidade a esse plano, a meta que prevalece é viver o presente

“A gente quer viver o agora. Queremos conhecer pessoas e novos lugares. A gente quer continuar viajando. Conhecimento é algo que ninguém tira da gente. Se um dia a gente precisar voltar a trabalhar, a gente trabalha, mas temos um objetivo de chegar até o Alaska. Isso é um sonho de muitos anos