Benny, o gato especial que acolhe e abraça gatinhos no abrigo

Olá lixomores, tudo bom com vocês? Hoje vamos contar a história de Benny, um gatinho cruelmente abandonado quando era recém-nascido. Pega o lencinho que essa história é daquelas para deixar o coração quentinho!

Benny foi encontrado na rua e adotado pela veterinária Ellen Carroza, que o levou para o seu abrigo particular, onde mantém centenas de animais resgatados. Quando Ellen resgatou Benny, ele estava doente e passou por um longo processo de recuperação envolvendo várias medicações e alimentação balanceada. Porém, mesmo com a saúde debilitada Benny se mostrou um gatinho muito carinhoso e especial, pois ele se tornou pai adotivo de todos os outros animais do abrigo.

Ellen costuma levar gatinhos abandonados para casa, para cuidar deles até que estejam fortes o suficiente para serem encaminhados para outras famílias. Certo dia, a veterinária encontrou Winnie, uma gatinha que nasceu com metade do peso normal de um gato recém-nascido. Benny logo tratou de receber Winnie com muito carinho e cuidado

“Quando os gatinhos não estão com Benny, eles ficam aconchegados em uma mãe artificial com um batimento cardíaco simulado para o conforto do filhote”, observa Carozza. “Mas algo artificial não ronrona. Não limpa você. Não ajuda você a ser um gato. Benny preenche essas lacunas.”

“Ele fica muito deprimido quando não temos gatinhos. Eu gosto de pensar que ele está nos devolvendo o favor que lhe fizemos há alguns anos”, disse Ellen.

Um amor de gatinho, né? Benny faz um papel importante de ressocialização e proteção, e adora um aconchego! Você pode acompanhar mais sobre a vida de Ellen e Benny pelo instagram: @thecatlvt

E aí, gostou da história? Conhece alguma parecida? Deixa aí nos comentários! <3

Previous Article
Next Article