O ‘Golpista do Tinder’ fala primeira primeira vez após o documentário na Netflix: ‘Não sou um golpista’

Publicidade - OTZAds

Simon Leviev disse que ‘era apenas um cara solteiro que queria conhecer algumas garotas’ no Tinder.

Simon Leviev ficou famoso depois do documentário da Netflix “O Golpista do Tinder” a Netflix lançou um filme expondo o israelense que enganava mulheres no Tinder, ele finalmente decidiu quebrar o silêncio e falou pela primeira vez desde o documentário. Segundo o documentário ele faturou mais de U$S 10 milhões. Na entrevista que ele deu ao Inside Edition, simon negou o que foi exposto pela Netflix.

Em um outro vídeo divulgado pela Entertainment Weekly, ele dá a entender que a empresa de streaming (Netflix) critou um roteiro que não existe, ele disse: “Eles apresentam o título como um documentário, mas, na verdade é como se fosse um filme completo” Leviev deu essa entrevista ao lado da nova namorada que disse que ele é o maior cavalheiro do mundo

Publicidade - OTZAds

Ele foi ficou muito tempo preso?

Em dezembro de 2019, ele foi condenado por fraude, roubo e falsificação e recebeu uma sentença de 15 meses de prisão, Simon no entanto saiu da cadeia após 5 meses por causa do coronavirus. Após o lançamento do documentário na Netflix, ele foi banido do Tinder

A chamada para falar do caso dele no jornal Inside Edition