O ‘Golpista do Tinder’ fala primeira primeira vez após o documentário na Netflix: ‘Não sou um golpista’

Simon Leviev disse que ‘era apenas um cara solteiro que queria conhecer algumas garotas’ no Tinder.

Publicidade

Simon Leviev ficou famoso depois do documentário da Netflix “O Golpista do Tinder” a Netflix lançou um filme expondo o israelense que enganava mulheres no Tinder, ele finalmente decidiu quebrar o silêncio e falou pela primeira vez desde o documentário. Segundo o documentário ele faturou mais de U$S 10 milhões. Na entrevista que ele deu ao Inside Edition, simon negou o que foi exposto pela Netflix.

Em um outro vídeo divulgado pela Entertainment Weekly, ele dá a entender que a empresa de streaming (Netflix) critou um roteiro que não existe, ele disse: “Eles apresentam o título como um documentário, mas, na verdade é como se fosse um filme completo” Leviev deu essa entrevista ao lado da nova namorada que disse que ele é o maior cavalheiro do mundo

<
Publicidade

Ele foi ficou muito tempo preso?

Em dezembro de 2019, ele foi condenado por fraude, roubo e falsificação e recebeu uma sentença de 15 meses de prisão, Simon no entanto saiu da cadeia após 5 meses por causa do coronavirus. Após o lançamento do documentário na Netflix, ele foi banido do Tinder

A chamada para falar do caso dele no jornal Inside Edition

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *